O que fazer em Pirenópolis

Pirenópolis é uma cidade no interior do Goiás, próximo à Goiânia e à Anápolis, que abriga uma beleza natural peculiar do cerrado no centro oeste do país bem como belíssimas cachoeiras e rios.

Com uma população de pouco mais de 22 mil habitantes, Pirenópolis é um município histórico com ruas de calçamento de pedrinhas, edificações no estilo antigo, sotaque bem interiorano e um acolhimento bem peculiar do pessoal do interior. Para quem conhece Parati no Rio de Janeiro ou Ouro Preto em Minas Gerais, Pirenópolis é mais uma versão de cidade no mesmo estilo.

Pirenópolis, Goias
Ruas de Pirenópolis

A principal economia é o turismo recebendo pessoas de varias lugares. As maneiras de se chegar à cidade podem ser partindo de Goiânia onde tem aeroporto e dista 120km com aproximadamente 2h de duração ou de Brasília que dista 150 km com aproximadamente 2h30min de carro.

É muito comum ver grupos de motociclistas irem para passar o fim de semana uma vez que as estradas são boas, quase não chove na região e é um passeio muito agradável.

Vejam também um passeio por Gramado no Rio Grande do Sul 

Cachoeiras de Pirenópolis

Com uma rápida pesquisa na internet podemos ver que há pelo menos 15 cachoeiras espalhadas pela charmosa cidade. Os hotéis são em menor número e tudo tem aquele aspecto de pousada bem no estilo caseiro.

Além das cachoeiras, Pirenópolis também possui mais de 100 córregos, 20 ribeirões, 9 rios 25 serras e 15 morros. Números aproximados retirados em pesquisas na internet mas o moradores de lá garantem até ter mais.

Quando fui saí de Anápolis então não fiquei hospedado por lá mas visitei duas cachoeiras diferentes. A primeira foi a Cachoeira do Rosário onde você pode passar o dia desfrutando da natureza descansando.

A outra foi a Cachoeira do Abade que também possui excelente estrutura para ficar o dia inteiro além de ter uma trilha um pouco maior do que a do Rosário com mirantes espalhado ao longo do caminho onde a parada é obrigatória para apreciar o visual.

Cachoeira do Rosário

cachoeira do rosário em Pirenópolis, goias
cachoeira do Rosário

Fica a 100 km de Anápolis e 160km de Goiânia. Para chegar lá pega-se uma rodovia BR e depois mais 17 km de estrada de terra. Atenção, a estrada de terra tem trechos difíceis de transpor, no entanto mesmo os carros pequenos é possível chegar lá com um pouco de paciência. Eu mesmo estava em um Fiat Uno.

É necessário fazer reserva antecipada no site www.cachoeiradorosario.com.br, pois a capacidade é de apenas 70 pessoas na estrutura. O valor do ingresso é de R$ 45,00 sem almoço ou R$ 90,00 com almoço à vontade incluído além de petiscos como torresmos e lascas de batata e mandioca fritos. A comida é feita em fogão à lenha.

Fogão a lenha
A comida vai ficar pronta já já!

A estrutura tem um excelente banheiro, um restaurante e uma área verde com bastante rede espalhada para poder descansar a vontade seja antes ou após uma Cachoeira. A trilha possui extensão de aproximadamente 1400 metros, toda calçada por pedras ou madeira.

O caminho passa por um pequeno mirante, uma piscina natural, pela cachoeira Encantada sendo a  última a maior de todas a Cachoeira do Rosário.

piscinas naturais, Pirenópolis

Por tras da cachoeira do Rosário tem um santuário de Pedras. Além de poder ver por trás da queda d’água, ainda pode ver vários totens e uma estatueta. É um lugar ideal para quem gosta de meditar.

cachoeira do rosário

O ideal é chegar cedo, aproveitar a natureza, almoçar e descansar um pouco nas redes para no fim da tarde pegar a estrada e volta bem tranquilo e relaxado. Lembro também que não pega sinal de celular mas no restaurante eles têm um Wi-Fi que permite se comunicar pelos aplicativos de comunicação como WhatsApp.

Vejam também uma viagem à Ilha de Malta

Lugar para descansar na cachoeira do rosário em Pirenópolis
Área de descanso com redes

O lugar também é de fácil acesso para crianças e idosos.

Cacheira do Abade

cachoeira do abade em Pirenópolis
A recepção está pronta para recebê-lo

A Cachoeira do Abade fica a 80 km e 1h30min de carro partindo de Anápolis e 140km e 2h44min de carro partindo de Goiânia. Pega-se a GO-338 e BR-414 para chegar até lá e depois mais uns 17km de estrada de chão. A capacidade que o local comporta é bem mais que 70 pessoas por ter varias cachoeiras e uma trilha de 2,4 km.

O ingresso custa R$ 30,00 para ir direto à Cachoeira principal pela trilha do Abade de aproximadamente 500 metros ou R$ 40,00 para fazer a trilha do Vale de 2,4km passando por 6 mirantes com destaque para um mirante de 80 metros de altura com vista panorâmica, piscinas naturais e 4 cachoeiras. Vale muito a pena fazer o caminho maior e aproveitar tudo o que o local oferece.

mirante
Um dos vários mirantes disponíveis durante a trilha

A trilha é toda calçada com pedras e os mirantes todos têm bancos para sentar e uma área com excelente estrutura para tirar fotos e apreciar o visual. Como já citei, o caminho é todo calçado não exigindo esforço nenhum para percorrê-lo.

trilhas em Pirenópolis

O visual do cerrado é peculiar e tem uma beleza singular que impressiona em sua grandeza. Quando fui não levei o drone mas para quem tem, aconselho fortemente levar e fazer excelentes imagens.

Logo na primeira piscina natural pude perceber o quanto legal seria todo o passeio. A piscina natural da foto abaixo tem uma profundidade de aproximadamente mais de 2 metros dentro da pedra. As pessoas saltam para dentro dela nesse pequeno espaço sem problema nenhum.

Seguindo mais um pouco e após alguns mirantes, chega-se a uma piscina natural com uma pequena Cachoeira chamada de Cachoeira do Sossego que provém de outras pequenas queda de água formando um visual muito bonito. É um excelente local para passar algumas horas tomando banho, recebendo massagem da queda d’água e tirando fotos. Atenção para a água gelada.

cachoeira do sossego, Pirenópolis Goiás

Continuando o passeio há uma ponte de madeira e correntes de aproximadamente 80 metros bem interessante. Liga um ponto a outro por cima das quedas d’água e só pode passar dois por vez por segurança. É um excelente lugar para tirar fotos, abuse do seu tempo por lá e aproveite.

Mais à frente existe mais uma Cachoeira com outra piscina natural muito boa, porem o sol não bate tanto por lá o que torna menos atrativa. Para aqueles que querem ficar isolados meditando, está é a melhor Cachoeira.

ponte sobre rio em Pirenópolis

Por fim, chega-se à Cachoeira principal chamada de Abade. Está é maior de todas daquela área possuindo uma faixa de areia e uma imensa piscina natural. Comporta facilmente mais de 40 pessoas ao mesmo tempo. A queda d’água cai direto sem interrupções de pedras o que faz ter uma força enorme e caso queira aquela massagem da Cachoeira, é bom tomar cuidado.

Também é um lugar propício para família podendo levar crianças e idosos para aproveitar o passeio. Leve água para beber no caminho, pois o calor é intenso e você não vai achar bebedouros. Claro que o passeio pode ser acelerado e chegar ao restaurante no caso de sentir sede ou fome mas o ideal é aproveitar o máximo cada pedacinho que o local oferece.

cachoeira do abade Pirenópolis Goiás

No fim também há um restaurante e redes para descansar. A comida é paga à parte do ingresso e pode ser paga com cartão de credito. A entrada deve ser paga em dinheiro. Aproveite o dia e no fim do passeio descanse para pegar a estrada de retorno.

Conclusão

A cidade de Pirenópolis fica na região do cerrado no centro oeste e oferece varias atrações e o chame como qualquer cidade histórica mas também uma ecoaventura por trilhas e cachoeiras. É um excelente lugar para passar um final de semana ou parte das férias. Tem excelente estrutura na maioria das cachoeiras e trilhas sendo possível levar crianças e idosos sem sacrifício.

Os valores de hospedagem e alimentação não são altos podendo realizar refeições por menos de R$ 20,00 em self services.

Já visitou Pirenópolis e suas cachoeiras? Tem algo a acrescentar e ajudar aos que ainda vão visitar a cidade e procuram o que fazer? Deixe seus comentários abaixo.

Tem muito mais fotos no Instagram, acompanhe por lá as novidades!

Nos vemos por aí…

Série de Natal – Natal Luz em Gramado

Fala galera Viajante!

2017 acabou de acabar então já vamos pensar nas viagens de 2018 mas antes disso quero falar um pouco desse lugar show de bola chamado Gramado e de como a cidade fica na época do natal com seu tema Natal Luz.

Gramado é uma cidade na serra gaúcha como vocês já devem saber. Recebe mais de 6 milhões de turistas o ano todo sendo que quase 2 milhões visitam a cidade no fim do ano para verem o natal luz e os shows, além de claro visitar as fábricas de chocolate, curtir os parques e esquiar no Snowland.

Eu já estive diversas vezes em Gramado e pretendo voltar muitas outras. Como minha primeira ida foi em 2004, sou testemunha da evolução que a cidade passa desde então. São parques, fábricas de chocolate, restaurantes, fondue, shows, gastronomia variada, muita diversão e claro, o famoso Festival de Cinema de Gramado.

Para quem quiser mais detalhes e acompanhar o calendário de 2018 fica o site oficial da cidade aqui www.gramado.rs.gov.br/inicial. Existem muitas curiosidades sobre Gramado e consequentemente sobre Canela que faz par com a cidade do Natal Luz. Canela é um pouco menos glamurosa mas de qualquer maneira, vale a visita.

Mas agora deixa falar um pouco de como estava a cidade no natal de 2017. Como não podia deixar de ser, estava tudo 100% enfeitado. Todas as ruas enfeitadas, as tradicionais árvores de natal ao longo da avenida principal, a grande árvore de natal no cruzamento de maior movimento, luzes, shows e tudo mais.

Como tem muita coisa para falar, vou fazer um panorama de como foi o passeio e depois faço outro post com dicas sobre hospedagem, alimentação, épocas boas para ir, o que fazer e outras coisas mais.

Hospedagem

Na minha última ida fiquei hospedado em um apartamento bem no centro mesmo de modo que não precisei de carro para passear na cidade. As ruas ficam entupidas de gente e carros, além dos enfeites, não se consegue lugar para estacionar, fica um anda e para o tempo todo por conta dos pedestres atravessando a rua e tudo mais, enfim um caos total ficar andando de carro no centro, principalmente no fim do ano.

O apartamento era totalmente mobiliado e muito aconchegante. O nome do edifício era Da Vinci e tinha vaga de garagem, o que considero muito bom para o carro não ficar 4 dias ou mais dormindo na rua, apesar de não ser uma cidade violenta nem com criminalidade alta, nunca é bom facilitar.

O apartamento possui dois quartos, uma sala de estar e de jantar, ante sala junto aos quartos, cozinha e área de serviço. Totalmente mobiliado inclusive com máquina de lavar e de secar roupas. Vale muito a pena se for em família.

A chegada

A cidade como já falei, estava totalmente enfeitada. Já na chegada podemos ver o espetáculo das hortênsias pois apesar de a primavera ter acabado ainda há hortênsias por todos os lado. Fiz este vídeo em 360 graus da estrada para ser visto no aplicativo do youtube, caso assista no computador não poderá girar a imagem em 360 graus e ver tudo então utilize o celular ou iPad para visualizar também poderá girar a imagem com o mouse mas nem sempre funciona. Infelizmente ainda não sei se tem como editar o vídeo colocando música então ficou o barulho do vento. Ainda vou tentar editar no youtube pra ver se ao menos tiro o volume.

A estrada em sí já é um espetáculo à parte, toda florida então, fica um show que só pode ser visto neste época do ano mas Gramado apresenta tanta coisa legal que se for no outono poderá ver os plátanos colorido antes de cair. Aquelas árvores verdes ali no video são plátanos que nesta época ficam verdes mas no outono ficam assim:

Gramado
Plátanos no outono de Gramado

Chegando em Gramado há um pórtico de cada lado, no entanto eu só fotografei um lado. Ali já começam as pausas para fotografias e videos. Fiz alguns vídeos com o drone mas ainda não editei e quando fizer, vou postar no youtube e deixo o link aqui. Tem algumas imagens bem legais com o drone em Gramado e no Parque do Caracol em Canela. Confiram depois.

Pórtico de Gramado
Pórtico de Gramado

Onde comer?

Como falei acima, Gramado tem uma gastronomia absurda e não tenho como ficar indicando lugares de uma vez só então vou indicar um lugar muito legal onde almocei. Engraçado que sempre passava em frente mas acabava que não dava tanta importância para o lugar e até parecia pequeno mas quando entrei me espantei, o lugar é extremamente grande, tem o segundo piso e é super decorado. Você se sentirá realmente em um Pub muito bacana. Chama-se Downtown onde vende a cerveja de Gramado mesmo, a GramBier.

Downtown Grambier
Pode-se tomar cerveja no balção ou nas mesas

downtowgrambiergrambieralmoco

A noite luz

À noite que as luzes se acendem e mais um espetáculo acontece. Todos os dias as 20:30 há o acendimento das luzes da rua principal. Neste momento há um show muito legal, principalmente para as crianças, onde aparece o papai Noel e seus auxiliares tentando acender as luzes da cidade e contam uma história que esta faltando amor, abraços e etc e manda todos se abraçarem para gerar energia para iluminar a cidade.

arvorenatalrotatoria

Catedral Gramado
Catedral de Gramado

presepiogramadogatoluzgramado

Chocolates! 🤪😋

Existem várias fábricas de chocolate em Gramado e Canela. A Floribal é uma delas que cresceu tanto e hoje tem até um parque gigante que fica um pouco fora da cidade mas vale a pena conferir, principalmente para crianças. Problema é segurar o bolso, pois dá vontade de comprar tudo o que vemos pela frente.

Floribal Gramado Canela
Chocolates Floribal

arvorefloribal

As ruas de Gramado

Gramado toda tem ruas enfeitadas que são cenários para fotografias incríveis. Até eu que sou completamente amador e só tiro foto do iPhone e da GoPro consigo umas fotinhas legais até.

Rua torta de Gramado
Rua Sinuosa de Gramado

 

Umas das mais novas atrações de Gramado é a Rua Sinuosa. Para quem não sabe em San Francisco na Califórnia nos EUA existe a rua mais sinuosa do mundo e Gramado agora também tem a sua.

 

 

Como o Cinema de Gramado é muito famoso, temos soldados tomando conta do local, muito cuidado para não ser preso.

Cinema de Gramado
Cinema de Gramado

Acharam que era apenas um soldado tomando conta da parte mais famosa de Gramado? Enganaram-se, há um exército inteiro por lá.

Soldado de Chumbo Gramado
Soldadinhos de Chumbo em Gramado

Globo de neve Gramado
Até globo de neve tem por lá

Já outro lugar de parada obrigatória é o Lago Negro. Por lá pode-se comer, caminhar, tomar o tradicional chimarrão do sul, andar nos pedalinhos, tirar fotografias, comprar souvenires, enfim muita diversão.

Lago Negro
Barco Viking no Lago Negro

Ainda nesta época que as hortênsias dão o ar da graça, o Lago Negro fica completamente florido. por onde sua vista passar você verá um mar de hortênsias.

hortensiaslagonegro

Gramado já tem a sua própria produção de cerveja artesanal e muito boa, diga-se de passagem. A GramBier fica localizada próximo ao super carros no caminho para Canela e para visitar-la é necessário fazer agendamento. Quando estive lá no natal não consegui agendar e vai ficar para a próxima mas pude ir até lá conhecer o bar e comprar umas cervejas bem mais barato do que no comércio do centro.

grambier1kombigrambier

Tenho muitas fotos legais de Gramado e muitas coisas pra falar de lá. Dicas de onde se hospedar, de onde comer, de onde ir, de como gastar menos mas não há condições de explorar o assunto em um post.

Antes de terminar vou deixar somente um avant-première de Canela.

Parque do Caracol
Cachoeira do Parque do Caracol

Vou terminando por aqui mas já adiantando que há muitos lugares que não citei aqui que merecem ser visitados como o mini mundo, super carros, aldeia do papai Noel,  snowland, dentre outros.

Se tiverem alguma dúvida ou quiserem alguma sugestão sobre Gramado e Canela, deixe nos comentários que terei o prazer em responder.

Canyons de Santa Catarina

E aí Viajantes!!!

Vocês conhecem os Canyons de Santa Catarina? Pois então, eu não conhecia e tinha muita vontade de conhecer então aproveitei um tempo que tive e dei uma passada por lá pra conhecer.

Bom pra situar vocês, os Canyons ficam em uma região de Santa Catarina alí pelo meio de Cambará do Sul e Praia Grande em SC. Vejam no mapa do Google o quão perto é da divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina.

Captura de Tela 2017-11-27 às 20.10.16.png

Dá pra ver como tem Canyons por alí né e também podemos ver no mapa a praia de Torres que é a divisa do RS com SC.

Estive nos Canyons em abril então peguei aquele friozinho básico da região sul do país. Pena que quando fui o tempo não abriu então não fiz passeios pelo topo dos Canyons (mais um motivo para voltar lá em breve) mas fiz a trilha por baixo entre pedras, matagal e riacho.

Trilhas pelos Canyons

fullsizeoutput_39e2

IMG_5987

fullsizeoutput_39de

IMG_5961

Vejam também o que fazer em NY

DCIM102GOPROGOPR3353.
Alguém não quis molhar os pezinhos

DCIM102GOPROGOPR3364.
Duvidaram que eu entraria na água gelada

O caminho até lá é bem tranquilo mas quando estamos chegando as ruas ficam sem pavimentação e parece até que erramos o caminho mas confie que estará certo e logo chegará.

Morada dos Canyons

Falando em hospedagem ficamos em um lugar espetacular e muito aconchegante chamado Morada dos Canyons.  Se você só procura hospedagem por sites de busca como booking.com ou trivago.com, provavelmente não encontrará este lugar então está aí o link.

fullsizeoutput_39e4

Morada dos Canyons possui 10 chalés, todos muito aconchegantes para hospedagem de casais ou até mesmo família pequena. Todos os chalés tem hidromassagem, lareira, cafeteira nespresso, frigobar e todos os confortos que um hotel 5 estrelas pode oferecer.

Uma coisa muito legal é que a parte da hidromassagem fica praticamente do lado de fora do chalé. Suas paredes e seu teto são de vidro e tem vista de frente para a serra. Possui ainda uma luneta para ver as estrelas, a lua e o que mais você conseguir.

Para quem está em lua de mel, renovando votos, querendo se desculpar com a mulher ou até mesmo fazendo nada mas querendo ficar em um lugar espetacular, não pode deixar de incluir a Morada dos Canyons no roteiro de hospedagens top que devemos ficar pelo menos uma vez na vida.

Morada dos Canyons em Santa Catarina

fullsizeoutput_39d8

Lugar para passar lua de mel

Na parte comum existe uma piscina aquecida caso queira tomar banho de piscina bebendo um vinho olhando a serra através do vidro. Tem também um restaurante com comida caseira que serve o café da manhã e o jantar.

Morada dos Canyons Lua de mel

O preço não é muito amigável mas vale cada centavo. Aproveite para fazer os passeios pelos Canyons, andar à cavalo, fazer trilhas dentre outras coisas que a empresa de turismo no próprio local oferece.

IMG_5918

Apesar do ambiente ser muito bom em qualquer época do ano, pretendo retornar na época do frio mesmo que corra o risco de não conseguir novamente fazer o passeios pelo topo dos Canyons.  O motivo disso é que a sensação de poder estar perto de uma lareira ou então em uma hidromassagem bem acompanhado, bebendo um vinho olhado a serra e o frio do lado de fora é muito legal.

É isso viajantes! Não tenho muito o que falar dos Canyons pois não consegui passear pelo topo deles mas quem sabe da próxima eu dou esta sorte? Mesmo assim o passeio não foi perdido pois a Morada dos Canyons vale cada centavo e cada minuto passado por lá.

Pra finalizar, um cafezinho.

Chalé aconchegante Lua de mel

Nos vemos por aí…