Road Trip pelo Uruguai

Uma road trip é uma ótima oportunidade de explorar com mais detalhes vários lugares diferentes. Quando viajamos de avião, geralmente chegamos e saímos pelo mesmo aeroporto, alugamos carro, fazemos passeios mas acaba que não tem como ir muito distante porque tem que voltar.

Já fiz algumas road trip bem legais mas não relatei aqui. Uma delas foi pela Itália, saindo de Roma, passando pela Costa Amalfitana, descendo até a Sicilia e finalizando em Malta. Foi muito boa e vou relatar essa aqui depois.

Roteiro da Road Trip pelo Uruguai

Desta vez a road trip terá duração de 8 dias e será de Santa Maria no Rio Grande do Sul até o Uruguai conforme o mapa e o roteiro abaixo.

Road Trip Uruguai

Primeiro Dia 

  • Saída de Santa Maria até Porto Alegre para pegar minha filha no aeroporto e depois seguir até Pelotas onde pernoitaremos;
  • Distância Santa Maria até Porto Alegre – 290 km
  • Distância Porto Alegre até Pelotas – 260 km.

Segundo Dia

  • Saída de Pelotas para Chuí – Visitar Free Shop – 260 km;
  • Sai do Chuí e passa no Forte de Santa Tereza – 33,7 km;
  • Fortaleza de Santa Tereza visitar
  • Praya de la Moza;
  • Depois segue pra Punta Del Diablo  – 12,8km
  • Segue para La Paloma – 108km;
  • Pernoitar em La Paloma.

Acompanhem as fotos no Instagram e os vídeos no YouTube!


Terceiro Dia

  • Sai de La Paloma para Cabo Polonio – 49,6km;
  • Segue de Cabo Polonio para Punta Del Leste – 145 km;
  • Passear por Punta Del Leste;

Quarto Dia

  • José Ignacio – 33 km;
  • visitar Farol;
  • Praia;
  • Parador La Huella;
  • La Barra;
  • Volta para Punta Del Leste – 33 km.

Quinto Dia

  • Passear em Punta Del Leste;
  • Monumento Los Dedos;
  • Praia;
  • Punta Ballena
  • Pôr do sol em Casa Pueblo.

Sexto Dia

  • Sai de Punta Del Leste para Montevideo – 135 km
  • Visitar Cidade Velha;
  • Pocitos;
  • Palácio Salvo;
  • Mercado Agrícola.

Sétimo Dia

  • Ir à Colonia do Sacramento – 180 km.

Oitavo Dia

  • Montevideo para Santa Maria 750 km.

Esta é a programação tentativa. Vou relatando o cumprimento e as alterações durante o caminho. Tentarei postar fotos e dicas online, conforme forem acontecendo vou postando no fim do dia.

Nos próximos posts vou atualizando sobre pedágios, câmbio, restaurantes, atrações e o que mais for interessante. Se você já fez essa road trip ou visitou esses lugares, não deixe de comentar com suas dicas. Toda dica é importante.

Nos vemos por ai…

Programa de rede hoteleira Vidanta Resorts

Recentemente estive no México de férias como vocês puderam acompanhar nos posts anteriores e fiquei hospedado 7 dias em Cancun e 7 dias em Riviera Maya no Vidanta Resorts. Escreverei um post específico sobre o Grupo Vidanta e sobre o Resort Grand Bliss onde fiquei mas já acompanhem o vídeo no canal do Youtube.

México é um lugar bem legal para passar férias e até morar por um tempo mas tenho que alertar que o programa de rede hoteleira por lá é bem difundido, bem bacana e acaba te seduzindo. Existem apresentações sobre rede hoteleiras em quase todos os hotéis.

Desconto nas atrações

Um chamariz para assistir a essas apresentações são os descontos oferecidos em alguma atração turística, em média 70% de desconto. Os principais parques custam $110 por pessoa mas saem por $30 para duas se assistirem a apresentação.

Eu já sou sócio da RCI Travel e tenho alguns benefícios na hora de reservar hotéis ou até mesmo comprar passagens e ingressos para show, parques, atrações e passeios. Mas claro que esses benefícios tem um custo e você precisa utilizá-los constantemente para valer a pena. O que vão fazer com você no México é oferecer planos de compra de frações nessas redes hoteleiras.

Fato é que fiquei hospedado em Cancun no Hotel Presidente Intercontinental e depois em Riviera Maya no Grand Bliss at Vidanta e quando fui comprar ingresso para o parque Xplor fui abordado por uma senhora daqueles quiosques que vendem de tudo e que acabou me levando para uma apresentação me oferecendo café da manhã grátis, além de 50% no preço do Coco Bongo.

Essas apresentações acabam sendo chatas por demais e eu já assisti outras por ai mas de qualquer maneira era um dia nublado pra chuvoso e como não tinha nada pra fazer, resolvi assistir mais essa e ver o que o Grupo Vidanta tinha a oferecer.

Acompanhe aqui como planejar uma viagem ao México 🇲🇽

Como funciona a apresentação de rede hoteleira

Antes de assistir a qualquer apresentação você sempre será seduzido com algum mega desconto ou algum mega brinde. As empresas oferecem passeios caros em troca da sua atenção sobre o produto que elas estão oferecendo e, no final, a maioria das pessoas acabam comprando algo.

Para receber o bônus, vai precisar assistir toda a explicação que vai começar com uma deliciosa apresentação dos vendedores oferecendo café da manhã ou espumantes, amendoins, pistaches, biscoitos e mais um monte de mimos gastronômicos para agarrar logo sua fome.

Você mais especial que os demais

Durante a conversa será apresentado o produto de uma maneira que farão você se sentir especial e sempre terá um “gerente” que vai analisar seu caso e dizer que você tem uma classe especial e que terá um bônus melhor do que os outros. Neste momento você se acha 5 estrelas mas nada mais é do que o marketing.

Eles vão apresentar um produto geralmente caro e com alguns benefícios e a partir daí eles vão analisando a reação da vítima/cliente e vão apresentando outros produtos. O cliente vai resistindo, resistindo até que o preço começa a cair e a ficar mais interessante.

Os benefícios vão surgindo aos montes como se fossem adicionais ao plano único que é oferecido aos outros. Com o cliente já cansado, cheio de informações na cabeça e prestes a ir embora e desistir, eles baixam mais ainda o preço e mudam algumas categorias de utilização do serviço.

Você como representante do grupo

Apresentam também o produto como investimento caso não queira utilizar os serviços mostrando preços atraentes como se fosse fácil de conseguir hóspedes. Te dão vouchers a serem distribuídos para amigos com preços atraentes mas tudo não passa de uma maneira gratuita de você conseguir mais clientes para eles.

Você estará fazendo a propaganda do local oferecendo vouchers de descontos, o que realmente são descontos muito interessantes. É um sistema de ganha ganha. Você ganha descontos e eles ganham mais clientes então todos saem mais felizes.

No fim de tudo, o preço fica em torno de 15% do preço inicial, você terá diversos benefícios espalhados pelo mundo todo, garantia de menor preço se adquirir produtos pelo shopping exclusivo deles, programa de milhagens próprias (somente algumas), mais semanas baratas para viajar pelo mundo com um bônus que ofereceram só pra você e por apenas 2 anos e um beijo e um abraço.

Você se convence e depois de 343 assinaturas e do cartão de crédito na mão da vendedora, parabéns! Você é o mais novo proprietário de um empreendimento incrível em algum lugar super fantástico onde poderá desfrutar a vida toda dos benefícios e viver uma vida de propaganda de desodorante.

Vale a pena se afiliar a um programa de rede hoteleira?

Depois de todo este resumo você me pergunta: Mas Grilão, você que conhece todo o esquema de vendas de rede hoteleiras, vale a pena comprar uma dessas frações em resorts ou hotéis?

Fato é que o programa realmente não é ruim. O ruim é não saber utilizar e assim não economizar e gastar dinheiro à toa. Sabendo usar o programa por inteiro, o que é bastante coisa, você consegue realmente se hospedar em hotéis fantásticos a preços comuns e ainda pode fazer dinheiro vendendo suas semanas.

Para que isso aconteça, obviamente você precisará de dedicação para estudar todos os benefícios do programa, fazer anúncios (caso queria ganhar dinheiro), pesquisar preços mais baratos e realizar as reservas aos amigos.

Veja aqui uma dica importante para visitar Chichén Itzá 

Você terá que se tornar uma micro agência de viagens e isto não é para qualquer um. Este trabalho é gostoso para uns e horrível para outros e é por isso que o mercado de agência de viagens cresce tanto e é bastante rentável.

Eu mesmo fiquei muito interessado no programa da rede hoteleira do Grupo Vidanta Resorts e pretendo no futuro visitá-los novamente e quem sabe me tornar proprietário de uma fração nos resorts deles. Por enquanto fico com meu Gramado Parks que nem comentei ainda que tenho.

Escreverei sobre o espetacular Resort do Grupo Vidanta que fiquei em Riviera Maya. Só para se ter uma ideia, são 5 resorts dentro da área e eu fiquei hospedado no Grand Bliss. Vale muito a pena passar uns dias no resort, o preço parece alto mas no final, considerando todo custo benefício, não é.

Hotel Presidente Intercontinental Cancun – México 🇲🇽

Conclusão

O programa de rede hoteleira do Grupo Vidanta Resorts é muito interessante e te possibilita aproveitar dos melhores hotéis e resorts pelo mundo inteiro. O Grupo Vidanta tem crescido muito no México ampliando sua rede construindo um parque maior que a Disney.

Os benefícios da rede hoteleira são vantajosos para aqueles que fazem ao menos duas viagens para o exterior por ano, então se este é seu caso e se você gosta de ficar com bons hotéis, pode se aventurar com o programa de rede hoteleira deles. 

Para aqueles que são mais empreendedores e ousados, há ainda a possibilidade de vender as semanas com um lucro. O associado paga um preço e faz a reserva em nome de quem quiser e pode cobrar um valor por isso, por exemplo: Se uma semana custa 700 dólares, você pode fazer a reserva e cobrar 1000 dólares e assim ganha 250.

Tenho o contato de uma brasileira que trabalha no programa de rede hoteleira do Grupo Vidanta Resorts e pode explicar tudo o que quiserem saber. Caso haja interesse, basta enviar um e-mail para [email protected] que envio o WhatsApp dela.

Nos vemos por ai….

Café do Mestre ☕️

Sou um grande apreciador de Cafés. Confesso que não sou exatamente a pessoa que identifica os sabores e aromas dos diversos e infinitos tipos de cafés que existem por aí, sou apenas uma pessoa que curte bastante um cafezinho.

Considerando essa leve paixão por café e os vários ambientes que já visitei tanto pelo Brasil quanto pelo mundo, resolvi dedicar uma página somente à ambientes aconchegantes chamados de cafés. Não se trata do café de beber em si mas do lugar onde servem deliciosas tortas, bolos, salgados e claro, cafés.

Sempre que vou a algum lugar por ai, tanto no Brasil quanto no exterior, já procuro na internet onde tem um bom café para passar algumas horas. Um ambiente saudável e aconchegante faz a gente ficar horas batendo papo e tomando um cafezinho com pão de queijo ou um quiche de alho poró.

Não deixe de conferir o post sobre Pirenópolis em Goiás.

Cafés por ai

O nome da página é Cafés por ai. Resolvi colocar este nome, pois já visitei diversos cafés por ai e não tinha como ter um nome mais intuitivo do que este. Um dos cafés mais conhecidos no mundo todo é o Starbucks. Lugar extremamente aconchegante com wifi e poltronas confortáveis para você ficar bem a vontade.

Café do Mestre – SC

Lugar para lanchar em Santa Catarina, Cafés

Inicio esta página com um café que conheci em São Miguel do Oeste no interior de Santa Catarina quando passei por lá. Chama-se Café do Mestre. O Café do Mestre é um lugar super simpático, amplo, com wifi e um variado cardápio de cafés, tortas e salgados. 

Situado na Rua R. Duque de Caxias, 1522 no Centro de São Miguel do Oeste, o Café do Mestre é uma das melhores opções de Cafés na região. Sua decoração é toda no estilo black com desenhos na parede e luminárias industriais.

Café do Mestre, São Miguel do Oeste, Santa Catarina

Fiquei quase a tarde toda apreciando e degustando os cafés e algumas tortas mas como ainda não havia a ideia de iniciar esta página, então só tenho a foto dos pães de queijo e de um café especial que tomei. Dá pra perceber a delícia, a quantidade de chantilly e a cereja no topo.

Café do Mestre

O Café do Mestre não tem preços elevados. Julgo que seus produtos tem excelente qualidade e um preço justo bem como coisa de cidade do interior. O ambiente também é propício a levar crianças. Possui um estacionamento na frente da loja facilitando a ida de carro.

O Café funciona todos os dias das 8 as 11 e das 15 as 23 horas. Algumas das vezes tem música ao vivo e a qualquer hora que chegar terá sempre um bom atendimento e um café esperando por você.

Se você conhece o Café do Mestre e tem alguma consideração a fazer sobre o lugar, deixe nos comentários. Compartilhe conosco suas opiniões.

Nos vemos por ai…

O que fazer em Pirenópolis

Pirenópolis é uma cidade no interior do Goiás, próximo à Goiânia e à Anápolis, que abriga uma beleza natural peculiar do cerrado no centro oeste do país bem como belíssimas cachoeiras e rios. 

Com uma população de pouco mais de 22 mil habitantes, Pirenópolis é um município histórico com ruas de calçamento de pedrinhas, edificações no estilo antigo, sotaque bem interiorano e um acolhimento bem peculiar do pessoal do interior. Para quem conhece Parati no Rio de Janeiro ou Ouro Preto em Minas Gerais, Pirenópolis é mais uma versão de cidade no mesmo estilo.

Pirenópolis, Goias
Ruas de Pirenópolis 

A principal economia é o turismo recebendo pessoas de varias lugares. As maneiras de se chegar à cidade podem ser partindo de Goiânia onde tem aeroporto e dista 120km com aproximadamente 2h de duração ou de Brasília que dista 150 km com aproximadamente 2h30min de carro.

É muito comum ver grupos de motociclistas irem para passar o fim de semana uma vez que as estradas são boas, quase não chove na região e é um passeio muito agradável.

Vejam também um passeio por Gramado no Rio Grande do Sul 

Cachoeiras de Pirenópolis

Com uma rápida pesquisa na internet podemos ver que há pelo menos 15 cachoeiras espalhadas pela charmosa cidade. Os hotéis são em menor número e tudo tem aquele aspecto de pousada bem no estilo caseiro.

Além das cachoeiras, Pirenópolis também possui mais de 100 córregos, 20 ribeirões, 9 rios 25 serras e 15 morros. Números aproximados retirados em pesquisas na internet mas o moradores de lá garantem até ter mais.

Quando fui saí de Anápolis então não fiquei hospedado por lá mas visitei duas cachoeiras diferentes. A primeira foi a Cachoeira do Rosário onde você pode passar o dia desfrutando da natureza descansando.

A outra foi a Cachoeira do Abade que também possui excelente estrutura para ficar o dia inteiro além de ter uma trilha um pouco maior do que a do Rosário com mirantes espalhado ao longo do caminho onde a parada é obrigatória para apreciar o visual.

Cachoeira do Rosário 

cachoeira do rosário em Pirenópolis, goias
cachoeira do Rosário 

Fica a 100 km de Anápolis e 160km de Goiânia. Para chegar lá pega-se uma rodovia BR e depois mais 17 km de estrada de terra. Atenção, a estrada de terra tem trechos difíceis de transpor, no entanto mesmo os carros pequenos é possível chegar lá com um pouco de paciência. Eu mesmo estava em um Fiat Uno.

É necessário fazer reserva antecipada no site www.cachoeiradorosario.com.br, pois a capacidade é de apenas 70 pessoas na estrutura. O valor do ingresso é de R$ 45,00 sem almoço ou R$ 90,00 com almoço à vontade incluído além de petiscos como torresmos e lascas de batata e mandioca fritos. A comida é feita em fogão à lenha.

Fogão a lenha
A comida vai ficar pronta já já!

A estrutura tem um excelente banheiro, um restaurante e uma área verde com bastante rede espalhada para poder descansar a vontade seja antes ou após uma Cachoeira. A trilha possui extensão de aproximadamente 1400 metros, toda calçada por pedras ou madeira.

O caminho passa por um pequeno mirante, uma piscina natural, pela cachoeira Encantada sendo a  última a maior de todas a Cachoeira do Rosário.

piscinas naturais, Pirenópolis

Por tras da cachoeira do Rosário tem um santuário de Pedras. Além de poder ver por trás da queda d’água, ainda pode ver vários totens e uma estatueta. É um lugar ideal para quem gosta de meditar.

cachoeira do rosário

O ideal é chegar cedo, aproveitar a natureza, almoçar e descansar um pouco nas redes para no fim da tarde pegar a estrada e volta bem tranquilo e relaxado. Lembro também que não pega sinal de celular mas no restaurante eles têm um Wi-Fi que permite se comunicar pelos aplicativos de comunicação como WhatsApp.

Vejam também uma viagem à Ilha de Malta

Lugar para descansar na cachoeira do rosário em Pirenópolis
Área de descanso com redes

O lugar também é de fácil acesso para crianças e idosos. 

Cacheira do Abade

cachoeira do abade em Pirenópolis
A recepção está pronta para recebê-lo

A Cachoeira do Abade fica a 80 km e 1h30min de carro partindo de Anápolis e 140km e 2h44min de carro partindo de Goiânia. Pega-se a GO-338 e BR-414 para chegar até lá e depois mais uns 17km de estrada de chão. A capacidade que o local comporta é bem mais que 70 pessoas por ter varias cachoeiras e uma trilha de 2,4 km.

O ingresso custa R$ 30,00 para ir direto à Cachoeira principal pela trilha do Abade de aproximadamente 500 metros ou R$ 40,00 para fazer a trilha do Vale de 2,4km passando por 6 mirantes com destaque para um mirante de 80 metros de altura com vista panorâmica, piscinas naturais e 4 cachoeiras. Vale muito a pena fazer o caminho maior e aproveitar tudo o que o local oferece.

mirante
Um dos vários mirantes disponíveis durante a trilha

A trilha é toda calçada com pedras e os mirantes todos têm bancos para sentar e uma área com excelente estrutura para tirar fotos e apreciar o visual. Como já citei, o caminho é todo calçado não exigindo esforço nenhum para percorrê-lo. 

trilhas em Pirenópolis

O visual do cerrado é peculiar e tem uma beleza singular que impressiona em sua grandeza. Quando fui não levei o drone mas para quem tem, aconselho fortemente levar e fazer excelentes imagens.

Logo na primeira piscina natural pude perceber o quanto legal seria todo o passeio. A piscina natural da foto abaixo tem uma profundidade de aproximadamente mais de 2 metros dentro da pedra. As pessoas saltam para dentro dela nesse pequeno espaço sem problema nenhum.

Seguindo mais um pouco e após alguns mirantes, chega-se a uma piscina natural com uma pequena Cachoeira chamada de Cachoeira do Sossego que provém de outras pequenas queda de água formando um visual muito bonito. É um excelente local para passar algumas horas tomando banho, recebendo massagem da queda d’água e tirando fotos. Atenção para a água gelada.

cachoeira do sossego, Pirenópolis Goiás

Continuando o passeio há uma ponte de madeira e correntes de aproximadamente 80 metros bem interessante. Liga um ponto a outro por cima das quedas d’água e só pode passar dois por vez por segurança. É um excelente lugar para tirar fotos, abuse do seu tempo por lá e aproveite.

Mais à frente existe mais uma Cachoeira com outra piscina natural muito boa, porem o sol não bate tanto por lá o que torna menos atrativa. Para aqueles que querem ficar isolados meditando, está é a melhor Cachoeira. 

ponte sobre rio em Pirenópolis

Por fim, chega-se à Cachoeira principal chamada de Abade. Está é maior de todas daquela área possuindo uma faixa de areia e uma imensa piscina natural. Comporta facilmente mais de 40 pessoas ao mesmo tempo. A queda d’água cai direto sem interrupções de pedras o que faz ter uma força enorme e caso queira aquela massagem da Cachoeira, é bom tomar cuidado.

Também é um lugar propício para família podendo levar crianças e idosos para aproveitar o passeio. Leve água para beber no caminho, pois o calor é intenso e você não vai achar bebedouros. Claro que o passeio pode ser acelerado e chegar ao restaurante no caso de sentir sede ou fome mas o ideal é aproveitar o máximo cada pedacinho que o local oferece. 

cachoeira do abade Pirenópolis Goiás

No fim também há um restaurante e redes para descansar. A comida é paga à parte do ingresso e pode ser paga com cartão de credito. A entrada deve ser paga em dinheiro. Aproveite o dia e no fim do passeio descanse para pegar a estrada de retorno. 

Conclusão

A cidade de Pirenópolis fica na região do cerrado no centro oeste e oferece varias atrações e o chame como qualquer cidade histórica mas também uma ecoaventura por trilhas e cachoeiras. É um excelente lugar para passar um final de semana ou parte das férias. Tem excelente estrutura na maioria das cachoeiras e trilhas sendo possível levar crianças e idosos sem sacrifício.

Os valores de hospedagem e alimentação não são altos podendo realizar refeições por menos de R$ 20,00 em self services.

Já visitou Pirenópolis e suas cachoeiras? Tem algo a acrescentar e ajudar aos que ainda vão visitar a cidade e procuram o que fazer? Deixe seus comentários abaixo.

Tem muito mais fotos no Instagram, acompanhe por lá as novidades!

Nos vemos por aí…