Como economizar no câmbio em viagens internacionais

Fala viajantes do mundo!

Você sabe como economizar no câmbio quando vai fazer uma viagem internacional? Então, eu aprendi e vou ensinar a você. Não é um bicho de 7 cabeças mas precisa se planejar e se dedicar um pouco. Fique ligado no post que vou dar o caminho das pedras e você poderá economizar bastante.

Mas se você quiser adiantar o serviço, basta clicar neste link para ser direcionado para a plataforma da Remessa Online que tá com taxa zero, no primeiro envio, até dezembro.

Eu já viajei bastante e já conheci muitos países. Já tive que fazer muito câmbio para várias moedas diferentes e sempre que fazemos um câmbio, perdemos dinheiro. Pior ainda quando fazemos câmbio do real para o dólar e depois para outra moeda.

Pior de tudo é que no fim da viagem pegamos o dólar que restou e trocamos para real novamente no próprio aeroporto. Ai sim é a morte financeira certa! Deixamos uma grande parte das nossas economias nos spreads do câmbio e nas taxas cobradas pelas casas de câmbio nos aeroportos.

Tenha uma conta no exterior para aproveitar o câmbio

Eu gosto de estudar investimentos e comecei com investimentos no exterior também. Investimentos não é bicho de 7 cabeças, apesar de várias pessoas acharem que é. Ter uma conta no exterior é bem fácil mas em alguma das vezes requer um pouco mais das economias, porém nada impossível.

Desde que eu abri a conta no exterior e utilizo o cartão de débito nas minhas viagens, economizei muito. O câmbio cobrado pelo banco no exterior quando você paga no débito é muito melhor do que ir até uma casa de câmbio fazer a troca.

Outra grande vantagem de você utilizar um cartão de débito de uma conta no exterior é que você não precisa carregar muito dinheiro em espécie. Algumas vezes fazemos viagem de compras, não é verdade? E ai precisamos levar mais dinheiro. O problema é que deixamos grande parte no hotel, o que pode ser muito perigoso, além do perigo de assaltos.

Abrindo uma conta no exterior

Eu tenho uma conta no BB Miami de quando eu estive servindo no exterior. Entretanto, quando eu retornei e deixei de receber em dólar, eles queriam me cobrar 50 dólares por mês de taxas. Imediatamente procurei então uma alternativa para manter dinheiro no exterior mas sem pagar taxas.

Na verdade você não consegue abrir uma conta no BB Miami, eu abri porque era uma conta salário. A alternativa que você pode fazer é abrir uma conta online no BB Americas. No entanto, como o BB Americas é brasileiro, temos muitas taxas a pagar mas há uma condição que te isenta de taxa mensal o que favorece na hora de viajar.

Imagem relacionada

Como nem tudo são flores, abrindo a conta online, você pagará 25 dólares por mês caso não deixe o mínimo de 10 mil dólares na conta. Este valor pode ser na conta, na poupança, em investimentos ou outra forma no próprio Banco. O que importa é ter no mínimo 10 mil dólares na conta para não pagar tarifa mensal.

Outros serviços são bem caros e você encontra a tabela de preços neste link. Uma coisa que deve ser considerada na hora de enviar dinheiro para o Banco é a taxa de 15 dólares para receber dinheiro. Isto mesmo, acredite, eles cobram 15 dólares para você receber dinheiro na sua conta.

Outra maneira de abrir uma conta no exterior sem ter que manter 10 mil dólares parado na conta é indo aos EUA e abrindo uma conta em um banco americano como Bank of America ou Wells Fargo. Neste caso, alguns deles cobram 1500 dólares na conta para isentar as tarifas. Importante que o câmbio também é excelente.

Planeje-se para suas viagens

Manter 10 mil dólares no exterior é um grande esforço. Com as recentes altas do dólar, temos que deixar mais de 40 mil reais na conta. No entanto, para quem viaja freqüentemente pode ser muito bom isso. Se você se planejar direitinho, consegue enviar dólar bem baratinho e viajar tranquilo.

Eu envio dólar para o exterior sempre que posso e no preço que estiver. Me planejo para fazer pelo menos uma remessa a cada dois meses nem que seja valor pequeno tipo 200 dólares. Importante é ter um preço médio do dólar que facilite as viagens.

Por exemplo, quando fui para Las Vegas, San Diego e Los Angeles em 2015, o dólar estava mais de 4 reais mas eu os tinha a R$ 2,80. Viajei bem tranquilo sem atrapalhar nada. Algumas pessoas me perguntaram porque não vendi e claro que não ia vender, este dinheiro era pra viajar e foi planejado assim.

Eu sempre planejo bastante minhas viagens e isso faz eu economizar muito. Aqui no blog tem alguns posts de planejamento das minhas viagens. As últimas foram do México e de Portugal. A próxima é para Orlando e já está tudo planejado e dólar na conta desde R$ 3,70.

Dica: Planeje sua viagem e vá enviando dinheiro para o banco no exterior sempre que puder. Se não conseguir abrir uma conta nos EUA, junte e abra no BB America.

Melhor câmbio para enviar dinheiro para o exterior

Já pesquisei várias formas de enviar dinheiro para o exterior. O câmbio varia bastante de casa, banco, financeiras e até doleiros. Enviava pelo Banco do Brasil normal até fevereiro deste ano no entanto, passaram a cobrar 200 reais só de taxa. Ainda por cima o câmbio deles não é o melhor.

Testei Transferwise, Banco Inter, Itaú, MoneyGram e até comprando de pessoas que tem dinheiro fora mas sempre querem ganhar bastante. O câmbio acaba ficando bem caro e ainda tem o iof que o governos cobra. Foi ai que testei a Remessa Online.

Use a Remessa Online em suas viagens

Após várias tentativas de fazer um câmbio melhor ao enviar dinheiro para o exterior, encontrei a Remessa Online. Trata-se de uma casa de remessa de valores que hoje utiliza a tecnologia do blockchain para enviar o dinheiro. Estou usando desde fevereiro deste ano.

Já enviei e já testei várias vezes. Também já comparei com as demais e em todos os casos, a Remessa Online foi mais barato. De tanto enviar dinheiro (não que seja muito mas foram repetidas vezes) para usar em viagens, eles fizeram contato comigo e, sabendo do blog, me ofereceram a parceria com eles.

A partir deste mês, quem nunca usou a Remessa Online, poderá enviar dinheiro para o exterior com o melhor câmbio que existe. Em sua primeira remessa não há cobrança de tarifas e o Spread é zero. Entretanto, obviamente você tem que pagar o iof porque o governo não perdoa e nem quer saber que você vai viajar.

Para aproveitar esta promoção que vai até dezembro, basta usar este link que vai te direcionar direto para a plataforma com a taxa zerada. Contudo, nas próximas remessas você deverá usar o cupom partiucomgrilao para obter os descontos que eles dão para os afiliados.

câmbio da remessa online

Pode parecer pouco mas não é. Ao longo do tempo vai fazer uma bela diferença no câmbio. Neste caso você economiza nas duas pontas, uma ao enviar o dinheiro e outra ao usá-lo. Ah, e também ajuda o Grilão com uma pequena comissão :).

Conclusão

Se você quer sempre ter viagens tranquilas, programe-se e envie dinheiro para o exterior sempre que puder. Não fique preocupado com o câmbio na hora de enviar, entretanto observe as taxas que estão te cobrando. Com um bom planejamento você consegue o valor para abrir a conta no BB Americas e aproveitar o câmbio nas suas viagens.

Se você tiver alguma dúvida sobre como usar a Remessa Online, me avise nos comentários que explico. É simples mas não vou explicar aqui porque o post já está grande. Outra hora também comento como economizei no México e em Portugal com esse planejamento financeiro e conta no exterior.

Nos vemos por aí…

O que fazer em Pirenópolis

Pirenópolis é uma cidade no interior do Goiás, próximo à Goiânia e à Anápolis, que abriga uma beleza natural peculiar do cerrado no centro oeste do país bem como belíssimas cachoeiras e rios.

Com uma população de pouco mais de 22 mil habitantes, Pirenópolis é um município histórico com ruas de calçamento de pedrinhas, edificações no estilo antigo, sotaque bem interiorano e um acolhimento bem peculiar do pessoal do interior. Para quem conhece Parati no Rio de Janeiro ou Ouro Preto em Minas Gerais, Pirenópolis é mais uma versão de cidade no mesmo estilo.

Pirenópolis, Goias
Ruas de Pirenópolis

A principal economia é o turismo recebendo pessoas de varias lugares. As maneiras de se chegar à cidade podem ser partindo de Goiânia onde tem aeroporto e dista 120km com aproximadamente 2h de duração ou de Brasília que dista 150 km com aproximadamente 2h30min de carro.

É muito comum ver grupos de motociclistas irem para passar o fim de semana uma vez que as estradas são boas, quase não chove na região e é um passeio muito agradável.

Vejam também um passeio por Gramado no Rio Grande do Sul 

Cachoeiras de Pirenópolis

Com uma rápida pesquisa na internet podemos ver que há pelo menos 15 cachoeiras espalhadas pela charmosa cidade. Os hotéis são em menor número e tudo tem aquele aspecto de pousada bem no estilo caseiro.

Além das cachoeiras, Pirenópolis também possui mais de 100 córregos, 20 ribeirões, 9 rios 25 serras e 15 morros. Números aproximados retirados em pesquisas na internet mas o moradores de lá garantem até ter mais.

Quando fui saí de Anápolis então não fiquei hospedado por lá mas visitei duas cachoeiras diferentes. A primeira foi a Cachoeira do Rosário onde você pode passar o dia desfrutando da natureza descansando.

A outra foi a Cachoeira do Abade que também possui excelente estrutura para ficar o dia inteiro além de ter uma trilha um pouco maior do que a do Rosário com mirantes espalhado ao longo do caminho onde a parada é obrigatória para apreciar o visual.

Cachoeira do Rosário

cachoeira do rosário em Pirenópolis, goias
cachoeira do Rosário

Fica a 100 km de Anápolis e 160km de Goiânia. Para chegar lá pega-se uma rodovia BR e depois mais 17 km de estrada de terra. Atenção, a estrada de terra tem trechos difíceis de transpor, no entanto mesmo os carros pequenos é possível chegar lá com um pouco de paciência. Eu mesmo estava em um Fiat Uno.

É necessário fazer reserva antecipada no site www.cachoeiradorosario.com.br, pois a capacidade é de apenas 70 pessoas na estrutura. O valor do ingresso é de R$ 45,00 sem almoço ou R$ 90,00 com almoço à vontade incluído além de petiscos como torresmos e lascas de batata e mandioca fritos. A comida é feita em fogão à lenha.

Fogão a lenha
A comida vai ficar pronta já já!

A estrutura tem um excelente banheiro, um restaurante e uma área verde com bastante rede espalhada para poder descansar a vontade seja antes ou após uma Cachoeira. A trilha possui extensão de aproximadamente 1400 metros, toda calçada por pedras ou madeira.

O caminho passa por um pequeno mirante, uma piscina natural, pela cachoeira Encantada sendo a  última a maior de todas a Cachoeira do Rosário.

piscinas naturais, Pirenópolis

Por tras da cachoeira do Rosário tem um santuário de Pedras. Além de poder ver por trás da queda d’água, ainda pode ver vários totens e uma estatueta. É um lugar ideal para quem gosta de meditar.

cachoeira do rosário

O ideal é chegar cedo, aproveitar a natureza, almoçar e descansar um pouco nas redes para no fim da tarde pegar a estrada e volta bem tranquilo e relaxado. Lembro também que não pega sinal de celular mas no restaurante eles têm um Wi-Fi que permite se comunicar pelos aplicativos de comunicação como WhatsApp.

Vejam também uma viagem à Ilha de Malta

Lugar para descansar na cachoeira do rosário em Pirenópolis
Área de descanso com redes

O lugar também é de fácil acesso para crianças e idosos.

Cacheira do Abade

cachoeira do abade em Pirenópolis
A recepção está pronta para recebê-lo

A Cachoeira do Abade fica a 80 km e 1h30min de carro partindo de Anápolis e 140km e 2h44min de carro partindo de Goiânia. Pega-se a GO-338 e BR-414 para chegar até lá e depois mais uns 17km de estrada de chão. A capacidade que o local comporta é bem mais que 70 pessoas por ter varias cachoeiras e uma trilha de 2,4 km.

O ingresso custa R$ 30,00 para ir direto à Cachoeira principal pela trilha do Abade de aproximadamente 500 metros ou R$ 40,00 para fazer a trilha do Vale de 2,4km passando por 6 mirantes com destaque para um mirante de 80 metros de altura com vista panorâmica, piscinas naturais e 4 cachoeiras. Vale muito a pena fazer o caminho maior e aproveitar tudo o que o local oferece.

mirante
Um dos vários mirantes disponíveis durante a trilha

A trilha é toda calçada com pedras e os mirantes todos têm bancos para sentar e uma área com excelente estrutura para tirar fotos e apreciar o visual. Como já citei, o caminho é todo calçado não exigindo esforço nenhum para percorrê-lo.

trilhas em Pirenópolis

O visual do cerrado é peculiar e tem uma beleza singular que impressiona em sua grandeza. Quando fui não levei o drone mas para quem tem, aconselho fortemente levar e fazer excelentes imagens.

Logo na primeira piscina natural pude perceber o quanto legal seria todo o passeio. A piscina natural da foto abaixo tem uma profundidade de aproximadamente mais de 2 metros dentro da pedra. As pessoas saltam para dentro dela nesse pequeno espaço sem problema nenhum.

Seguindo mais um pouco e após alguns mirantes, chega-se a uma piscina natural com uma pequena Cachoeira chamada de Cachoeira do Sossego que provém de outras pequenas queda de água formando um visual muito bonito. É um excelente local para passar algumas horas tomando banho, recebendo massagem da queda d’água e tirando fotos. Atenção para a água gelada.

cachoeira do sossego, Pirenópolis Goiás

Continuando o passeio há uma ponte de madeira e correntes de aproximadamente 80 metros bem interessante. Liga um ponto a outro por cima das quedas d’água e só pode passar dois por vez por segurança. É um excelente lugar para tirar fotos, abuse do seu tempo por lá e aproveite.

Mais à frente existe mais uma Cachoeira com outra piscina natural muito boa, porem o sol não bate tanto por lá o que torna menos atrativa. Para aqueles que querem ficar isolados meditando, está é a melhor Cachoeira.

ponte sobre rio em Pirenópolis

Por fim, chega-se à Cachoeira principal chamada de Abade. Está é maior de todas daquela área possuindo uma faixa de areia e uma imensa piscina natural. Comporta facilmente mais de 40 pessoas ao mesmo tempo. A queda d’água cai direto sem interrupções de pedras o que faz ter uma força enorme e caso queira aquela massagem da Cachoeira, é bom tomar cuidado.

Também é um lugar propício para família podendo levar crianças e idosos para aproveitar o passeio. Leve água para beber no caminho, pois o calor é intenso e você não vai achar bebedouros. Claro que o passeio pode ser acelerado e chegar ao restaurante no caso de sentir sede ou fome mas o ideal é aproveitar o máximo cada pedacinho que o local oferece.

cachoeira do abade Pirenópolis Goiás

No fim também há um restaurante e redes para descansar. A comida é paga à parte do ingresso e pode ser paga com cartão de credito. A entrada deve ser paga em dinheiro. Aproveite o dia e no fim do passeio descanse para pegar a estrada de retorno.

Conclusão

A cidade de Pirenópolis fica na região do cerrado no centro oeste e oferece varias atrações e o chame como qualquer cidade histórica mas também uma ecoaventura por trilhas e cachoeiras. É um excelente lugar para passar um final de semana ou parte das férias. Tem excelente estrutura na maioria das cachoeiras e trilhas sendo possível levar crianças e idosos sem sacrifício.

Os valores de hospedagem e alimentação não são altos podendo realizar refeições por menos de R$ 20,00 em self services.

Já visitou Pirenópolis e suas cachoeiras? Tem algo a acrescentar e ajudar aos que ainda vão visitar a cidade e procuram o que fazer? Deixe seus comentários abaixo.

Tem muito mais fotos no Instagram, acompanhe por lá as novidades!

Nos vemos por aí…

Você já saltou de paraquedas?

Então, Partiu com Grilão para uma super aventura?

Fala galera, hoje vou contar um pouco da minha experiência em aventuras. Como gosto muito de esportes radicais, vou dar meu relato sobre o curso de Salto de paraquedas que fiz!

curso de salto livre

Vocês já se imaginaram saltando de um avião a 4 km de altura, vindo em queda livre a mais de 200km/h e confiar no treinamento e nos equipamentos para abrir um paraquedas de velame fino e te sustentar até chegar ao solo? Não? Então precisam passar por isso!

Modalidades de salto livre

Antes de mostrar minha aventura vou explicar a vocês os tipos de salto livre que vocês podem fazer.

O primeiro e mais comum é o salto duplo. Nesta modalidade vocês poderão saltar como um passageiro. É aquele salto em que vocês vão preso a uma pessoa e não fazem nada, pois o piloto é quem faz tudo, desde a saída da aeronave como o pouso.

A vantagem é que não precisa fazer curso para esse tipo de salto e vai sair do avião do mesmo jeito mas para quem quer seguir no esporte e aprender um pouco mais acaba não valendo a pena.

Salto livre
Essa equipe é fera!

A segunda modalidade é fazendo o curso de salto livre que é dividido em duas categorias: Curso AFF (automatic free fall) onde vocês aprenderão tudo sobre o salto, como sair do avião, como se localizar no espaço, como abrir o paraquedas, como navegar com o paraquedas e por fim, como pousar.

Já conhecem o maior salto longitudinal do mundo? Cliquem aqui e conheçam!

Trata-se de um curso um pouco mais caro, pois é composto de 7 saltos sendo os 4 primeiros com dois instrutores e um câmera man e o aluno paga o salto de o Profit de todos. A vantagem é a velocidade na formação, pois já do primeiro salto faz tudo sozinho sendo assistido, queda livre, por dois instrutores.

Curso de Salto Livre

A outra categoria é a ASL (automatic static line) onde o paraquedas fica preso ao avião por uma fita e ao sair esta fita se estica abrindo o parqueados para vocês. Os primeiros saltos são mais baixos, tipo 1,5km de altura e conforme a progressão do aluno, vai aumentando a altura até que ele esteja seguro para saltar sozinho e comandar o paraquedas sem precisar mais de deixar preso pela fita. A vantagem é que pode fazer o curso em partes e cada salto é mais barato, e a desvantagem é que demora muito mais para finalizar o curso e gasta praticamente a mesma coisa porque tem muito mais saltos a realizar.

salto livre
Este instrutor é pequeno mas é fera!

Outra atividade que ajuda muito para aqueles que querem aprender a voar é o túnel de vento. Hoje em dia temos dois túneis disponíveis, um em Goiânia na Brigada de Operações Especiais do Exército Brasileiro e outra em Brasília ao lado do Shopping Pier 21. Para voar no túnel é necessário um instrutor e agendar a hora. Parece caro mas o ganho que se tem fazendo o túnel de vento é absurdamente alto em relação à ficar saltando para aprender as técnicas básicas.

Meu salto de paraquedas

Pois bem, após explicar os tipos de salto e cursos que vocês podem fazer, vou falar um pouco do meu curso.

Fiz o curso em 2013 e foi muito bacana. A emoção de saltar do avião é indescritível assim como o medo. Sim porque se alguém falar que não dá medo está mentindo! Após todas as aulas teóricas e as práticas simuladas eu fui para o avião com os dois instrutores e o câmera man. Saltamos do avião e por alguns segundo eu só ouvia aquele barulho ensurdecedor do vento a mais de 200 km/h mas logo depois aproveitei bastante o salto.

Após as correções pelos instrutores fiz as tarefas previstas para o primeiro salto, abri o paraquedas, naveguei e pousei sozinho. Quando sai tudo bem nós nos sentimos o super man 😂.

IMG_3074

Após dois saltos eu fiz uma hora de túnel e com isso melhorei a performance na hora de voar. Bora então para o terceiro salto onde apenas um instrutor  era necessário. Fiz o salto com tudo certinho também. Neste terceiro salto tinha que executar outras tarefas como girar um 360 para os dois lados.

Túnel de vento salto livre
Túnel de vento em Goiânia na Brigada de Operações Especiais

Não deixem de conferir também o post sobre Búzios-RJ

Salto livre AFF
De olho no pouso do aluno!

Já nos outros saltos eu estava mais familiarizado com os movimentos e as tarefas eram de sair sozinho do avião e dar uma cambalhota no ar e voltar à posição box que é a posição básica de voo.

Infelizmente não dei continuidade aos saltos por conta de viagens e trabalho, além de que os saltos são caros e eu andei investindo uma grana para o futuro mas espero em breve voltar a atividade.

Confiram o video que fiz!

Nos vemos por ai…